Seis é o número da sorte

Acontece muitas vezes aqui no mundo real, com nós, reles mortais: um casal, que faz parte do mesmo grupo seleto de amigos, se separa. E agora, o que fazer? Como agir? E tudo fica ainda mais delicado quando o fim do namoro é especialmente dramático. Essa é a situação um tanto constrangedora que dá início a Happy Endings, a mais nova sitcom de sucesso da emissora americana ABC, produzida em parceria com a Sony Pictures Television.

Já no primeiro episódio do seriado, vemos Alex (Elisha Cuthbert) largar o noivo, Dave (Zachary Knighton), no altar, em frente aos amigos e família. Somos, então, inseridos no dia-a-dia totalmente maluco desse grupo de seis amigos: Alex, Max (Adam Pally), um gay super preguiçoso e acomodado; Penny (Casey Wilson), a solteira desesperada do sexteto; Brad (Damon Wayans, Jr.), que é casado com Jane (Eliza Coupe), a irmã meio alucinada e controladora de Alex; e Dave, que apesar do “trauma”, continua a ser amigo da ex-noiva – para alívio dos amigos, que não precisam ter que escolher um lado e se dividir.

O modelo sitcom sobre um grupo de amigos já se mostrou uma receita de sucesso. Consolidado na experiência televisiva do espectador com o tão conhecido Friends e testado novamente – também com muito sucesso – em How I Met Your Mother, o estilo se torna, porém, uma faca de dois gumes. Viver com antepassados como esses é uma baita pressão. Além disso, somente juntar seis amigos conversando em um bar ou café não significa números de audiência.

Escrita por David Caspe e dirigida pelos irmãos Anthony e Joe Russo, a equipe sabe bem a que veio. Happy Endings é divertido e engraçado sem apelações, e conta com nomes como Elisha Cuthbert (do filme “Show de Vizinha”). Antes conhecida por personagens sexy, usa o seu talento agora em cenas que aproveitam o seu potencial artístico para a comédia. Sua Alex não é a melhor personagem, mas é bom ver que atriz se esforça e não dá vexame – arrancando até umas boas risadas. Ela se junta a profissionais da comédia, como Damon Wayans Jr. e a comediante Casey Wilson, que possui duas temporadas de experiência no seriado de esquetes cômicas Saturday Night Live no currículo – e é absolutamente hilária.

Apesar dos problemas em que o time de amigos se envolve não chegarem a preocupar, sendo eles bem “classe média alta”, e com os quais poucos telespectadores podem se identificar, Happy Endings sucede em entreter. Na comparação com os companheiros de gênero Friends e How I Met Your Mother, perde. Mas faz muito por merecer os bons números de audiência que conquistou, se tornando uma boa pedida. Com o sucesso da 1ª temporada, mais fraca, que teve 13 episódios exibidos em 2011, a série já vai rumo à 3ª, com 22 episódios encomendados, prevista para estreia em setembro deste ano.

Confira, abaixo, o trailer da 1ª temporada:

 


Author: Rebecca

Rebecca Mazzini, 23 anos. A parte normal da Revista 21, pois é preciso preencher a cota obrigatória. Viciada em Coca-Cola e Doctor Who. Adora dormir tarde, séries de TV, Tumblr e finais felizes. Livros são paixão de criança, sendo Harry Potter o primeiro amor. Ama viajar – e quem não gosta? – e sua vida só se tornou completa depois de conhecer Londres. Maluca por sotaques e em dar nomes para tudo quanto é objeto em sua vida. Vive comprando cadernos bonitinhos e fofinhos, mas morre de pena de usá-los. Divide o amor que tem entre a família e os amigos, e vive por achar a felicidade nas pequenas coisas.

Share This Post On

1 Comment

  1. Parece bem interessante! A premissa é ao mesmo tempo engraçada e constrangedora haha

    Post a Reply

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>